Chá Preto

por mayanderee

Quero ser feliz, sentar no sofá da sala com uma caneca de chá preto nas mãos e ouvir aquele CD do Itamar Assumpção, deixar o chá esfriar pra contar doces banalidades. Na casa onde não se vê a televisão ligada, lá onde os gatos são a decoração e a bagunça é aconchegante. Onde a música, sempre boa, vem em alto e bom som pra te acordar, pra te fazer dormir, pra te fazer sonhar… O refugio de tantos, como eu, vez ou outra buscando seus encantos e seu aconchego pra fugir da vida séria, da culpa, das justificativas, dos labirintos de dentro da gente. Tem a porta sempre aberta, apesar dos pesares, é minha rota de fuga e descanso. A boa fugitiva à esta casa retorna, buscando algo, o que eu não sei exatamente, mas sempre retorna para aquela mesa do café eternamente posta. Descansa a caneca de chá na mesa, descansa o coração aflito que bate no peito, descansa a culpa sabe-se lá do que, descansa por fim a saudade…

-Maya Costa

 

Anúncios